10 coisas que todo motorista de caminhão tem que lembrar sobre carros antes de pegar a estrada

| Por: Ana Paula Delchiaro

Com frequência ouvimos motoristas de carro reclamando de caminhões e motoristas de caminhão reclamando de carros. Quem está certo? Ninguém e todo mundo.

Na realidade, existe bons e maus motoristas a bordo de ambos, então, a ideia destas dicas, não é julgar ninguém e sim relembrar aos caminhoneiros alguns pontos que possam ajudar que a estrada se torne um local mais seguro.

1 – Eles são mais rápidos

Você pode olhar no retrovisor, ver um carro ao longe e achar que dá para começar uma mudança de faixa, mas no momento seguinte ele pode já estar muito próximo, te obrigando a recuar da manobra, por isso, é recomendável dar uma segunda olhada para ter certeza da velocidade que o outro vem.
Usar o bom-senso também para facilitar as ultrapassagens é uma boa dica, mas nunca, claro, jogar no acostamento para isso.

2 – Eles nem sempre são ágeis

Você está vindo a uma certa velocidade, lá na frente vê um carro entrando na sua pista e você não diminui porque acredita que rapidamente ele ganhará velocidade. Mas ele não ganha. Aí o jeito é diminuir e ter paciência, pois o carro pode ser 1.0 ou pode estar em sua lotação máxima, aí demora mesmo para acelerar.

3 – Eles são mais baixos

Por isso não veem a pista da mesma forma que alguém num caminhão, então, ajude sinalizando quando é seguro para ele fazer uma ultrapassagem ou quando vir algum perigo a frente que ele não vê. (Para você motorista de carro, lembre-se, se o caminhão der seta para a direita, você pode ultrapassar, se ele der seta para a esquerda, não!)

4 – A maioria não é profissional do volante

O carro dá seta e você segura para deixá-lo entrar. Só que ele não entra, fica na dúvida. Quando você está quase desistindo ele resolve ir. Não fique bravo, o profissional do volante é você. Não dá para exigir que todos tenham a mesma habilidade e perícia que um caminhoneiro tem. Lembre-se, pelo artigo 29 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), os veículos maiores são responsáveis pela segurança dos menores. E se você estiver a ponto de perder a paciência com um motorista de carro pequeno, imagine que ali poderia estar seu filho, filha, sobrinho ou irmã mais nova. Dê o exemplo.

5 – Muitos também estão estressados e cansados

Que a profissão de caminhoneiro é uma das mais cansativas, isso não temos dúvida, mas a pessoa no carro também pode estar cansada e nervosa. A gente nunca sabe o dia que o outro está tendo, por isso, não xingue, não provoque e faça o seu melhor para não responder a uma provocação.

6 – Nem todos são “carros de passeio”

Carro de passeio é um nome genérico, mas vale lembrar que muitos estão indo ou voltando do trabalho, outros ainda podem estar fazendo entregas, muitos utilizam o carro comercialmente e estão sempre na estrada, como os representantes comerciais, por isso devem também estar com pressa ou ter horário para cumprir.

7 – Muitos estão com a família

E ela é tão importante quanto a sua, por isso, só faça com o outro aquilo que não te incomodaria que fizessem com você e sua família. Se discorda da forma de conduzir ou da atitude do motorista, pense no restante dos passageiros.

8 – Eles não conhecem os pontos cegos do caminhão

Por isso que o caminhoneiro tem que tomar o maior cuidado ao fazer manobras. E é por isso também que a lei diz que o caminhão (e o ônibus) deve cuidar do veículo menor. É verdade que os motoristas de carro deveriam ser melhor instruídos nas autoescolas, mas enquanto não são, o motorista profissional precisa ter cuidado dobrado.

9 – A faixa da esquerda é deles

Se a via tem apenas duas faixas, o motorista de caminhão é livre para usar a esquerda em uma ultrapassagem, porém, se a via tem 3 ou mais faixas, o caminhão (e o ônibus) deve se manter na direita e usar apenas a segunda faixa para ultrapassagem – ah, mas tem um caminhão ultrapassando o outro, por isso que fui para a terceira – isso não é justificativa, se um caminhão está fazendo uma ultrapassagem, tenha paciência e aguarde ele terminar antes de fazer a sua. E lembre-se: a velocidade máxima para um veículo de grande porte é 90km/h.

10 – Todos têm o direito de ir e vir

Está na constituição: inciso XV do art. 5º “É livre a locomoção no Território Nacional em tempo de paz…”. Então não adianta ficar bravo ou justificar que tem preferência porque está trabalhando, usar a rodovia é um direito de todos. E se todos (carro, caminhão, ônibus, moto, bicicleta…) usarem o bom-senso e a paciência, as estradas serão um local bem mais seguro e convidativo.

Bônus: A maioria é boa gente

É possível ver carros fazendo barbaridades no trânsito. Mas, infelizmente, alguns seres humanos fazem barbaridades em todas as áreas, por isso, não julgue uma classe inteira por alguns indivíduos (pois é exatamente o que você não quer que façam com a sua profissão também). Para cada um que faz algo errado, conte quantos estão fazendo certo.

Com paciência a gente vai mais longe e de forma mais segura.

Fonte: http://pvst.com.br/

Autor

Ana Paula Delchiaro

Ana Paula Delchiaro

Uma mão digitando em um laptop Uma mão digitando em um laptop Uma mão digitando em um laptop

Assine nossa newsletter

Fique sempre por dentro das novidades nas inovações da gestão do transporte.

    Deixe seu comentário

    Comentários