Biocombustíveis: Uma alternativa sustentável para sua frota

| Por: redacao.massi

Assegurar a implementação de medidas sustentáveis em todas as áreas é mais do que essencial para atrair clientes exigentes e manter uma posição competitiva no mercado. Nesse contexto, o uso de biocombustíveis emerge como um ponto de partida promissor para uma frota mais ecologicamente responsável.

Com o objetivo de mitigar os impactos no meio ambiente, a redução do consumo de combustíveis fósseis se destaca como uma medida significativa para diminuir a emissão de CO2 na atmosfera, uma preocupação de extrema relevância. 

Portanto, para integrar a sustentabilidade à gestão de frotas e contribuir para a redução desses índices, apresentamos ao longo deste texto esclarecimentos sobre biocombustíveis, abordando sua definição, benefícios, tipos e demais informações pertinentes. Acompanhe!

O que são biocombustíveis?

Os biocombustíveis são considerados fontes de energia alternativas devido à sua natureza renovável e à baixa emissão de poluentes na atmosfera. Geralmente derivados de produtos agrícolas ou vegetais, como cana-de-açúcar, milho e mamona, essas fontes de energia desempenham um papel importante na busca por opções mais sustentáveis.

Segundo a Agência Nacional de Petróleo (ANP), os biocombustíveis são caracterizados como produtos provenientes de biomassa renovável capazes de substituir, parcial ou integralmente, os combustíveis derivados de petróleo e gás natural em motores de combustão ou em outras formas de geração de energia.

Atualmente, os biocombustíveis mais proeminentes são o etanol e o biodiesel, amplamente empregados tanto como combustíveis para veículos quanto na geração de energia, por meio de geradores.

Existem diversas variedades de biocombustíveis, muitas delas derivadas de vegetais amplamente reconhecidos.

Tipos de biocombustíveis para veículos

Existem diversas variedades de biocombustíveis, muitas delas derivadas de vegetais amplamente reconhecidos. Entre essas, destacam-se:

Etanol: Produzido principalmente através da fermentação de açúcares presentes em plantas como cana-de-açúcar, milho e beterraba.

Biodiesel: Obtido por meio de óleos vegetais, como soja, girassol e palma, ou de gorduras animais. Pode ser misturado ao diesel tradicional em diferentes proporções.

Biogás: Gerado pela decomposição de matéria orgânica, como resíduos agrícolas, dejetos animais e resíduos sólidos orgânicos. Contém predominantemente metano e pode ser utilizado como combustível.

Bioetanol: Similar ao etanol, mas produzido a partir de diversas matérias-primas, como celulose e resíduos agrícolas, através de processos de segunda e terceira geração.

Bioquerosene: Uma variedade de querosene produzida a partir de fontes biológicas, como óleos vegetais, e empregada como combustível na aviação.

É importante notar que nem todos os biocombustíveis são isentos de impactos ambientais, uma vez que sua utilização também pode resultar em poluição. Contudo, sua vantagem reside na considerável sustentabilidade, dada sua capacidade de renovação, em comparação aos combustíveis fósseis.

O que significa dizer que um combustível é renovável?

Um combustível é considerado renovável quando sua matéria-prima pode ser restituída à natureza ou renovada, como é o caso de vegetais que podem ser replantados.

Exemplos comuns incluem a cana-de-açúcar, empregada na produção de etanol, e a mamona, amplamente utilizada no Brasil para a fabricação de biodiesel.

Vantagens dos biocombustíveis

Há diversas vantagens associadas ao uso de biocombustíveis, especialmente quando comparados aos combustíveis fósseis. Veja algumas a seguir:

Redução das emissões de gases de efeito estufa

Os biocombustíveis, de maneira geral, têm a tendência de emitir uma quantidade menor de dióxido de carbono (CO2) e outros gases de efeito estufa em comparação aos combustíveis fósseis. Essa característica contribui para mitigar as mudanças climáticas, auxiliando na redução da pegada de carbono.

Menor dependência de combustíveis fósseis

Ao recorrer a fontes renováveis, como plantas e resíduos orgânicos, os biocombustíveis reduzem a dependência de recursos não renováveis, como petróleo e carvão. Essa abordagem tem o potencial de aprimorar a segurança energética e mitigar a vulnerabilidade a oscilações nos preços dos combustíveis fósseis.

Trimble Intelligence e a análise de emissão de carbono

O Intelligence, módulo acoplado ao software de gestão de frotas Vfleets, auxilia na tomada de decisão inteligente. Com módulos exclusivos para segurança, produtividade e gestão, conta com recursos e Inteligência Artificial para otimizar a operação.

Através dele é possível acompanhar a emissão de CO2 de cada veículo, a partir do consumo de combustível. Monitorar esses dados ajuda no consumo mais eficiente de combustível e menos emissão de poluentes. 

Para saber como escolher um bom fornecedor de tecnologia, confira o material que a Trimble preparou:

E-book como escolher o melhor fornecedor de tecnologia

Biocombustíveis no Brasil

O Brasil destaca-se como um dos países líderes no uso de biocombustíveis, sendo pioneiro nesta abordagem. Na década de 1970, em meio às crises do petróleo, o governo brasileiro lançou o Programa Nacional do Álcool, conhecido como Proálcool.

Esse programa impulsionou a produção de etanol, que se tornou bastante popular no Brasil como combustível puro e também em misturas com gasolina. O etanol é obtido a partir da cana-de-açúcar, um dos cultivos mais predominantes no país. Até outubro de 2023, a produção de etanol atingiu 25,1 bilhões de litros, consolidando o Brasil como o maior produtor mundial desse tipo de combustível.

Além do etanol, o Brasil também se destaca no uso de biodiesel, desempenhando um papel essencial na redução da poluição gerada pelo transporte rodoviário de carga. O país continua a ser um protagonista na pesquisa de novas fontes de energia, incluindo a biomassa, demonstrando um compromisso constante com a inovação e a sustentabilidade no setor energético.

Por que sua frota deveria adotar biocombustíveis?

Existem várias vantagens para uma frota adotar biocombustíveis, e talvez essa seja uma decisão que sua empresa considere em um futuro próximo.

O primeiro motivo é, sem dúvida, a sustentabilidade. Atualmente, as empresas estão cada vez mais pressionadas a adotar práticas mais responsáveis em relação ao meio ambiente, e escolher formas de energia limpa é um passo crucial. Além de ser uma questão de responsabilidade, essa decisão pode representar um diferencial competitivo em relação aos concorrentes.

Outro fator que pode incentivar muitas empresas a optarem por biocombustíveis é a economia. Em diversas regiões, estes combustíveis podem apresentar preços mais atrativos do que a gasolina e o diesel. Além disso, devido à produção local intensiva, os biocombustíveis costumam ser menos suscetíveis às flutuações de preço do petróleo no mercado internacional.

No entanto, é crucial avaliar o impacto real dos preços, pois, em algumas situações, embora os biocombustíveis tenham um preço por litro mais baixo, seu rendimento também pode ser menor. 

Ser mais sustentável não apenas assegura o futuro da sua empresa, mas também contribui para a preservação do planeta para as próximas gerações. Quer conhecer outras práticas sustentáveis para implementar na sua frota? Baixe o e-book gratuito da Trimble!

E-book: Como economizar combustível na gestão de frotas?

Os preços dos combustíveis estão afetando as frotas de todo Brasil. Por isso, preparamos esse material para que saiba a melhor forma de economizar e ter uma operação mais econômica.

    Cargo na empresa
    Tamanho da frota
    Segmento de atuação

    Autor

    redacao.massi

    redacao.massi

    Uma mão digitando em um laptop Uma mão digitando em um laptop Uma mão digitando em um laptop

    Assine nossa newsletter

    Fique sempre por dentro das novidades nas inovações da gestão do transporte.

      Deixe seu comentário