Vistoria veicular para frotas: entenda tudo sobre o funcionamento!

| Por: redacao.massi

Verificar a documentação e as condições de uso de um veículo é uma tarefa fundamental para empresas que possuem frotas, especialmente quando se trata de compra, venda ou contratação de serviços de seguradoras. A vistoria veicular é o procedimento utilizado para regularizar a circulação dos veículos, sendo essencial para evitar irregularidades que possam causar prejuízos à organização.

Certamente você já ouviu falar da vistoria veicular, uma vez que é uma obrigação legal que garante o direito de circulação nas vias de todo o país. Mas você sabe como ela funciona na prática? 

Para esclarecer essa e outra dúvidas, continue a leitura.

O que a vistoria veicular avalia nos veículos?

A fim de estar em conformidade com as autoridades, um veículo precisa passar por uma avaliação abrangendo os aspectos mecânicos, elétricos, de segurança e documentação. Confira os elementos verificados durante a inspeção veicular:

– Identificação do veículo: número do chassi, motor, placa de identificação e cor do veículo;

– Documentação: Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV);

– Sistemas de iluminação e sinalização: faróis, luzes de freio, lanternas, setas e luzes das placa;

Pneus: condições dos pneus e presença do estepe;

– Sistema de freios: pastilhas, discos, tambores, cilindro e fluido de freio;

– Suspensão: amortecedores, molas, bandejas, pivôs, buchas e barras estabilizadoras; 

– Sistema de direção: caixa de direção, terminais e barra de direção.

– Motor e escapamento: condições do motor, possíveis vazamentos de óleo e água, eficiência do sistema de catalisador; 

– Carroceria e pintura: presença de amassados, rachaduras e corrosão; 

– Segurança: cintos de segurança, airbags, triângulo de sinalização, macaco e chave de roda.

É importante ressaltar que as vistorias veiculares podem variar dependendo do tipo e propósito da inspeção, e algumas podem ser mais rigorosas que outras. Mas em todas elas é indispensável cuidar de alguns itens, como peças e itens do veículo. Dentre eles está o pneu, parte fundamental para a segurança e controle de gastos de uma frota.

A seguir, baixe um material exclusivo da Trimble para aprender a fazer o controle de pneus na sua frota.

E-book: Por que controlar pneus?

Confira os benefícios que o controle dos pneus trás para sua frota e como monitorar detalhadamente este componente.

    Cargo na empresa
    Tamanho da frota
    Segmento de atuação

    Como a vistoria veicular é realizada?

    A vistoria veicular é um procedimento de fiscalização aplicado a diferentes tipos de transporte e é obrigatório em certos casos e procedimentos, tais como transferência de propriedade do veículo, mudança de município, primeiro emplacamento e licenciamento anual, entre outros. A vistoria de frota é realizada seguindo um checklist de itens a serem verificados, e o responsável designado pelo DETRAN do respectivo estado é responsável por preencher esse documento.

    No entanto, o gestor pode adotar os critérios de avaliação para inspeções diárias. É possível fazer um checklist de auditoria para o gerenciamento de manutenção e incluir os principais itens da vistoria de frota, determinando a frequência necessária para a realização nos veículos da operação.

    Além de garantir a aprovação na vistoria, essa abordagem também aumenta a segurança nas rotas da frota, reduz os acidentes nas estradas, contribui para a diminuição dos custos com manutenção e melhora a supervisão das atividades e do comportamento dos motoristas durante as rotas.

    Quais são os tipos de vistorias veiculares?

    Existem quatro categorias principais de vistorias, que são aplicadas de acordo com a necessidade e o tipo do veículo. São elas:

    1 – Vistoria prévia

    Essa avaliação ocorre antes de contratar ou trocar o seguro do veículo. A seguradora verifica as condições do veículo para confirmar a cobertura da apólice ou determinar se são necessárias alterações. Para veículos novos (0 km), essa vistoria pode ser dispensada se o seguro for contratado no momento da compra ou durante a vigência da apólice.

    2 – Vistoria cautelar ou de procedência

    Essa avaliação é realizada antes de colocar um veículo à venda. Ela analisa o estado de conservação, originalidade de peças, chassi e motor. O objetivo é proporcionar maior segurança e credibilidade tanto para o comprador quanto para o vendedor. Durante a vistoria cautelar, também é feita uma consulta ao histórico do veículo nos registros do DETRAN para verificar se há alguma pendência legal.

    3 – Vistoria para transferência

    Esse procedimento é exigido ao transferir a documentação do veículo para outro proprietário ou ao mudar de cidade. Nessa vistoria, são avaliados a documentação, as características de fábrica e a condição dos equipamentos obrigatórios. É uma avaliação obrigatória para identificar possíveis adulterações ou fraudes que violem a lei. 

    A vistoria veicular é o procedimento utilizado para regularizar a circulação dos veículos, sendo essencial para evitar irregularidades que possam causar prejuízos à organização.

    4 – Vistoria móvel

    Essa é a forma mais comum de vistoria realizada em frotas de veículos. A avaliação ocorre no local onde a empresa de frota está estabelecida, devido à necessidade de lidar com um grande número de veículos. A análise realizada durante essa vistoria é semelhante às anteriores, sendo a diferença apenas o local de realização. Esse tipo de vistoria é frequentemente utilizado em frotas que incluem veículos mais pesados, como caminhões e veículos de carga. 

    Como identificar que os veículos da frota necessitam de uma vistoria veicular?

    Os casos mais comuns em que a vistoria é necessária para os veículos da frota ocorrem durante a transferência de propriedade, a fim de avaliar as condições do veículo e atualizar o registro do Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV). Além disso, a vistoria também é obrigatória em caso de mudança de município ou qualquer modificação nas condições originais do veículo. Também é necessário realizar a vistoria ao contratar um seguro para a frota de veículos.

    Em síntese, a vistoria veicular é necessária quando:

    – O veículo será transferido para outro proprietário;

    – Transferência de propriedade do veículo entre empresas;

    – Quando será feita uma segunda via do Certificado de Registro de Veículo;

    – Alterações de características do veículo, como mudança de cor, categoria ou tipo de combustível.

    Como preparar sua frota para a vistoria veicular

    A melhor maneira de garantir que a frota esteja sempre regular é manter a manutenção e a documentação em dia. No entanto, pode ser desafiador controlar isso sem prejudicar a operação. Felizmente, existem soluções automatizadas que podem ajudar nesse sentido. Um sistema de gestão de frotas pode auxiliar no controle e no lembrete das manutenções de cada veículo da frota.

    Por exemplo, na plataforma de gestão da Trimble, os dados ficam salvos, não sendo necessário que o gestor calcule as datas de manutenção manualmente.  O software registra todas as datas de vistorias já realizadas ou que ainda serão realizadas, facilitando a organização da operação como um todo. 

    Considerando que há muitos itens avaliados durante a vistoria, a manutenção adequada garantirá que tudo esteja em ordem no momento da avaliação.

    Conclusão

    A vistoria veicular é um dos processos essenciais para garantir a segurança e promover boas práticas na conservação e circulação de veículos, sendo um compromisso de cidadania de todos que utilizam as vias públicas.

    Independentemente do tipo de veículo, é fundamental que todos estejam em condições adequadas para trafegar de forma eficiente, cumprindo os requisitos da vistoria. Trata-se de uma responsabilidade com a vida.

    Aqueles que não estão em conformidade com as regras da vistoria veicular estão sujeitos a pagar multas e correm o risco de terem seus veículos apreendidos, o que pode resultar em processos judiciais para solucionar a questão. Além dos compromissos administrativos, os acidentes também podem causar prejuízos significativos para a empresa.

    Para conhecer outras ferramentas que ajudam a aumentar a segurança da frota, baixe o e-book gratuito da Trimble!

    E-book: 3 Ferramentas para alavancar a segurança da sua frota

    Conheça as tecnologias capazes de inibir os 3 principais comportamentos que causam acidentes de trânsito.

    Autor

    redacao.massi

    redacao.massi

    Uma mão digitando em um laptop Uma mão digitando em um laptop Uma mão digitando em um laptop

    Assine nossa newsletter

    Fique sempre por dentro das novidades nas inovações da gestão do transporte.

      Deixe seu comentário